Páginas

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Santíssima Trindade.


"Ide e ensinai a todas as criaturas, batizando-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo."

Se cremos no que diz um homem dotado de ciência e veracidade, por que não creremos o que nos revela o próprio Deus? Aceitamos o que diz uma pessoa autorizada, mesmo que não compreendamos o que nos ensina, por que não creremos o que Deus nos revela, mesmo que nos ensine mistérios?

Nada mais meritório - Crer os mistérios de um Deus é um sacrifício que fazemos das luzes da nossa razão; renunciamos ao orgulho do nosso espírito... Submentendo-nos à palavra divina.

Devemos adorar... A Santíssima Trindade é o próprio Deus que reina no céu e que enche a terra com a sua majestade. É o ser perfeito, sublime, incompreensível, a quem é devida toda honra, toda glória, todo louvor. Repitamos com a Igreja: Glória ao Pai, ao Filho, ao Espírito Santo...

Devemos amar... As três pessoas têm o mesmo pensamento, o mesmo amor... Nós nos aproximamos dessa união perfeitíssima pela caridade: um só coração, uma só alma... A perfeita união depende de nos considerarmos uns aos outros como filhos do mesmo Pai celeste e nos amarmos como irmãos.

O mesmo pensamento e o mesmo amor é o que faz a felicidade do lar... A mesma ideia, o mesmo querer é o segredo da paz na família e na sociedade... Esta é a unidade que Jesus pediu ao seu Pai: que todos sejam um... A união terrena será aperfeiçoada no céu.

Glória Patri, et Filio, et Spíritui Sancto. Sicut erat in princípio, et nunc, et semper: et in saecula saeculórum. Amen.

Missal Dominical Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que o Espírito Santo possa conduzir-te ao comentar esta postagem.

Qualquer comentário que seja contra o que aqui está escrito, não será aceito!

Salve Maria!