Páginas

segunda-feira, 23 de maio de 2011

O Fim do Homem. 4º Semana Depois da Páscoa.


Nenhum de vós me interroga: "Para onde ides?"

Quantos cristãos negligentes no que diz respeito ao seu fim, merecem a censura que o Salvador dirige ao descuido dos seus discípulos!

Na ordem moral, a questão sobre o fim do homem domina todas as outras. É de suma importância que conheçamos o nosso supremo destino, o que devemos a Deus, e o que nos leva ao cumprimento dos grandes deveres que temos para Ele.


I- À pergunta: qual é o fim supremo do homem, respondemos:

1. O homem recebeu de Deus o benefício inapreciável da vida e todas as prerrogativas de que é dotado; é portanto, propriedade de Deus; pertence a Deus que é seu proprietário essencial, supremo e irresistível.

2. Só em Deus pode encontrar a satisfação ao seu desejo de perfeição e felicidade completa. Deve, portanto, tender para Deus. Deus é o seu fim supremo.


II- Que é que o homem deve a Deus?

Deve conhecê-lo, amá-lo e servi-lo.

Proprietário absoluto das nossas faculdades e de todo o nosso ser, devemos-lhe o obséquio da inteligência, da vontade, do coração-do nosso corpo e da nossa alma.

Devemos servir a Deus e só a ele, sem reservas, sem restrições, sem divisão...

 
III- Qual é o interesse que tem um homem em servir a Deus?

1. Só Deus pode torna-lo feliz... Só Deus pode encher o abismo do seu coração...

2. Só Deus pode fazê-lo compreender o preço da sua alma.

Conheçamos, amemos e sirvamos a Deus! É nosso dever; é o meio de sermos felizes na terra e no céu.

Missal Dominical Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que o Espírito Santo possa conduzir-te ao comentar esta postagem.

Qualquer comentário que seja contra o que aqui está escrito, não será aceito!

Salve Maria!