Páginas

quinta-feira, 24 de março de 2011

Transfiguração.


Como é bom estarmos aqui - disse Pedro arrebatado, diante do quadro que contemplava, lembrando aos cristãos o dever de desejarem o céu e para ele trabalharem.

O soldado deve acompanhar o seu chefe na luta e na vitória...
O cristão é soldado de Cristo: a vida do homem é uma luta... Trabalha como um bom soldado de Cristo...
Os membros acompanham a cabeça...
O cristão é mebro de Cristo, cabeça da igreja.

A terra é um exílio...
O exilado deve viver a pátria...
O Cristão deve trabalhar para o céu.
O céu é um um prêmio, uma recompensa destinada aos que combatem: combati o bom combate.

Esse combate não é um conselho, é um dever para o cristão: a isto se obrigou no dia do batismo...

O combate espiritual supõe trabalho e trabalho constante: o que perseverar até o fim, este será salvo. trabalhai como um bom soldado de Cristo.

Trabalhar para o céu é fugir do pecado, é praticar a virtude; é fugir das obras da carne: inimizades, dissensões, invejas, querelas, embriaguez, impureza, etc. É observar mandamentos... Se queres obter a vida eterna... É fazer tudo para a glória de Deus; é sofrer em união com Cristo.

O tempo da Quaresma não é somente um tempo de jejuns e orações; é também um tempo de recollhimento e reflexões. Refleti sobre os motivos que tem para desejares o céu. Esta reflexão vos levará a desejá-lo com ardor e a trabalhar com coragem para conseguí-lo.

Missal Dominical Popular.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que o Espírito Santo possa conduzir-te ao comentar esta postagem.

Qualquer comentário que seja contra o que aqui está escrito, não será aceito!

Salve Maria!