Páginas

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Unidade: Papa e líderes religiosos rezarão pela paz.

O Papa Bento XVI junto com cristãos de outras denominações e líderes de grandes tradições religiosas se reunirão para rezar pela paz. O encontro acontecerá em Assis, na Itália, em outubro deste ano - exatos 25 anos após iniciativa similar do então Papa João Paulo II, que também se reuniu com expoentes cristãos e de diversas religiões em 1986.

Após a oração do Ângelus, no dia 1º de janeiro, o Papa Bento XVI disse aos fieis que em sua mensagem para o 44° Dia Mundial da Paz teve a oportunidade de sublinhar como as grandes religiões podem constituir um importante fator de unidade e de paz para a família humana.

O Santo Padre frisou que, em outubro deste ano, irá a Assis, cidade de São Francisco, em peregrinação, e convidou a se unirem neste caminho os irmãos cristãos de várias confissões, os expoentes das tradições religiosas do mundo e todos os homens de boa vontade, a fim de recordar aquele gesto histórico de João Paulo II e renovar solenemente o compromisso dos fieis de toda religião a viverem sua fé religiosa como serviço em favor da paz.

- Quem caminha em direção a Deus transmite paz, quem constrói a paz se aproxima de Deus, sublinhou Bento XVI encorajando as pessoas para que neste dia rezem pela paz e pela liberdade religiosa.

O Pontífice também explicou que quem caminha em direção a Deus não pode não transmitir a paz, bem como que quem constrói a paz não pode não se aproximar de Deus.

-Convido-vos a acompanhar desde agora, com a vossa oração, essa iniciativa, concluiu.

Preocupado com a questão da Liberdade Religiosa, o Santo Padre ao escrever a Mensagem para o Dia Mundial da Paz 2011, escolheu como tema “Liberdade religiosa, caminho para a paz”. Clique aqui e confira a mensagem na íntegra.

*Fonte e foto: CNBB

Um comentário:

  1. Um novo encontro de Assis? Misericórdia!
    As vezes, eu não entendo o Santo Padre...

    Triste ;s

    ResponderExcluir

Que o Espírito Santo possa conduzir-te ao comentar esta postagem.

Qualquer comentário que seja contra o que aqui está escrito, não será aceito!

Salve Maria!