Páginas

sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

As diferenças.

A Santa Igreja Católica no mundo de hoje, está vivendo um momento de trágicas diferenças, nas quais muitas pessoas seguem o que querem, o que acham o certo para elas. Outros, porém, querem louvar a Deus de qualquer jeito, esquecendo-se das normas que a nossa Igreja impõe. As fotos a seguir são para mostrar o que está acontecendo. Veja:


Essa é Missa Tridentina. Missa na qual é chamada de tradicional ou antiga.
Ela conserva o Latim, e o Padre celebra em "Versus Deum", que significa: de frente para Deus, assim como todo o povo assiste.
Não há palmas, braços levantados em forma de louvor, vários instrumentos, danças, nada dessas coisas. Por que? Por que a Santa Missa é o Calvário. Se estivéssemos perto de Maria naquele momento, vendo suas lágrimas, faríamos algo desse tipo? Óbvio que não! Pena que muitos dizem que sim. Mas...
Nessa Missa são usados os Cantos Gregorianos e o orgão é o único instrumento usado.
Só há o abraço da Paz em Missas com o Senhor Bispo, ou seja, Missas soleníssimas.
Bom, isso é um pouco da Missa Tridentina, a Liturgia que existe a mais tempo na nossa Santa Igreja.


Observem a diferença da próxima imagem:


Essa é a chamada Missa Nova.
É a Missa que atualmente assistimos.
Nela são permitidos: palmas, braços levantados em forma de louvor, vários instrumentos, danças, e muitas outras atrações. Será que ela faz memória de que a Missa é o Calvário? Acho que não! O pior é quem tem gente que diz que sim! Mas...
Os cantos variam entre agitados e meio calmos.
O Abraço da Paz é liberado, mas se torna algo desorganizado, com muita euforia.
Bom, isso é um pouco da Missa Nova, Missa que veio após o Concílio Vaticano II, criado pelo Papa João XXIII e concluido pelo Papa Paulo VI.

Agora a perguntar que não quer calar: na sua opinião, qual seria o certo?

Que Deus a cada dia de nossas vidas, nos guie para o caminho certo, e também nos guie a fazer as coisas certas, para não tratarmos do sacrifício de seu Filho Unigênito por nós, um pleno Carnaval.

Pax Et Bonum!

Augusto Cesar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Que o Espírito Santo possa conduzir-te ao comentar esta postagem.

Qualquer comentário que seja contra o que aqui está escrito, não será aceito!

Salve Maria!